terça-feira, 4 de setembro de 2012

"Pernambuco não te quer", a cagada da semana

Com a colaboração de Marília Lacerda

Voltei, Recife, foi mais um ataque contra as pessoas que me trouxe pelo braço.

                Mais um dia em que pensávamos que o Recife acordaria em paz. Nada diferente. As pessoas sendo assaltadas, caos no trânsito, milhares nas filas dos hospitais públicos... sim! Minha cidade acordava para mais um dia rotineiro.

                A pessoa procura ser bem informada. Compra o jornal (ou pega no trabalho), abre e segue lendo, procurando por algo que chame realmente atenção. Bom, objetivo alcançado. Me deparei com um anúncio vergonhoso no jornal Folha de Pernambuco. O anunciante: Pró-Vida PE, a parte regional de algo que se consideram um “movimento filosófico iniciático que se propõe a conduzir pessoas interessadas a reconhecer e despertar o potencial de suas capacidades mentais, psíquicas e espirituais”. No anúncio, “Exploração sexual de menores”, “Prostituição”, “Pedofilia”, “Turismo sexual” e “Homossexualismo” circulavam a frase “Pernambuco não te quer”. Além desse, outro anúncio foi publicado em outro jornal, mas não identifiquei nenhum tipo de irresponsabilidade social ou desrespeito neste.

                É claro que isso gerou comoção nas redes sociais e o fato já é conhecido fora de Pernambuco, sendo publicado em portais de notícias e blogs de todo o país. A fanpage do Pró-vida PE foi denunciada e desativada. O jornal Folha de Pernambuco se redimiu pelo que chamou de “erro” e, bom, a polêmica não termina aí. O anúncio faz referência a uma ação chamada “Recife te quer”, uma parceria entre a Prefeitura do Recife e o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Ação acontece por uma série de concursos, onde as pessoas tiram fotos em pontos turísticos do Recife e enviam para o site. As mais votadas são premiadas. Sendo assim, o “Recife te quer”, ao contrário do “Pernambuco não te quer”, é uma proposta para se valorizar as belezas da cidade.

                O pior foi o anúncio falar em nome de Pernambuco. Como se eu e você assinássemos embaixo disso. É um desrespeito não somente contra os homossexuais, mas contra todos os pernambucanos que acham um absurdo a segregação por opção sexual. Vamos lembrar que a bandeira de Pernambuco é uma dais mais colorias do país e, ironicamente, possui um arco íris. Claro, não por ser um estado pró-gay ou coisa do tipo, mas simplesmente por ter um pouco do povo que mora aqui: a diversificação. Então, assinar isso com o nome de Pernambuco é a maior baixaria que vi recentemente – e olha que assisto Avenida Brasil.

                Sobre o jornal Folha de Pernambuco ter veiculado esse anúncio: na prática - e que trabalha com comunicação tem muita noção disso - a responsabilidade pelo conteúdo do anúncio é do anunciante e não do veículo. Calma. Vamos imaginar que o anúncio “Pernambuco não te quer” é só uma peça de uma campanha bem maior, com outdoors pela cidade. A gente ia, por exemplo, culpar a empresa que cuida dos outdoors pelo conteúdo que está neles? Pois é, a culpa não é do jornal. Claro que podemos repensar “Ah, mas o jornal deveria ter controle sobre todo o conteúdo que sai em suas edições”. Sim, mas aquele espaço foi comprado e já não tem o controle editorial. O conteúdo dali é criado por outras pessoas que não têm, pelo menos neste caso, ligação com o jornal. Comércio é comércio e, infelizmente, é assim que as coisas são. Isso, claro, gera uma boa discussão. 

                Tá, mas quem é o responsável? Isso é bem fácil de encontrar. Aqui eu apresento os nomes e e-mails dos líderes do Pró-vida, presentes no site Circape (Círculo Católico de Pernambuco). O culpado não é o jornal e não é a igreja. Pela teoria, os culpados são eles.

                Fico triste que isso aconteça por aqui. Tenho vergonha por nós, que não temos nada com isso. Se você é homossexual, tem o direito de se indignar com a intolerância das pessoas e a comparação de sua opção sexual com atos criminosos. Se você não é homossexual, tem o direito de se indignar por quem tira palavras da sua boca. Morto de vergonha, termino aqui.


Líderanças do Pró-vida:

Jefferson Moraes: valoresdavida@yahoo.com.br, ipmoraes1@ig.com.br

Dolly: maria.dolly@terra.com.br

Hermes: hrneryprovida@uol.com.br

Erica Duckur: erika.dm10@ig.com.br

Damaraes Alves: damaresalves@uol.com.br

Doris Hipólito: dorisprovida@ig.com.br

Julio Severo da Silva: juliosevero@gmail.com

Rozangela Alves Justino: rjustino@urbi.com.br

Marta Pelipec: mulherespelavidamg@yahoo.com.br

Paulo Fernando: providafamilia@hotmail.com

Elizabete Martins Barros: diskaborto.elizabete@terra.com.br

Associação Jamais Abortar: fpinheirofilho@yahoo.com.br

Ehusson Chequer: ehussonchequer@yahoo.com.br

Diogo Waki: wakisan@uol.com.br

Cidadões pela vida: cidadaospelavida@yahoo.com.br

Célia Urquisa: celiaurquisa@terra.com.br

Núcleo de Valorização da Gravidez (Carlos Roberto): nvg@celd.org.br

Alexandre Luiz da Luz: alal004@pop.com.br

Rodrigo Cardozo Martins: rodrigoeliviamartins@yahoo.com.br

João Rodart de Oliveira: sociedadeautadesouza@gmail.com

Dalton Luiz: dalton@usp.br

Projeto Deixe-me Viver: projetodeixe-meviver@bol.com.br

Paulo Leão: paulosmlj@terra.com.br

Nelson Barreto: nelson.barreto@apis.com.br

Movimento GBM: movimentogbm@gmail.com

Mario de Oliveira: mariodeoliveira@juventudepelavida.com.br

Maria José Meireles: defesadavida.jf@gmail.com

Jaime Ferreira Lopes: jaimeferreiralopes@yahoo.com.br

Ivan Fadel: domdavida@catolicomail.zzn.com

Marcio Borba: www.javenossajustica.com.br – marcio@javenossajustica.com.br

Pe. David Francisquini: www.fundadores.org.br – machale@catolicismo.com.br –
nacereumdireito@fundadores.org.br

Frei Antônio Moser: www.freiantoniomoser.com – news@comunicacaolivre.com.br

Iraponan Arruda: iraponan @yahoo.com.br

Comitê Em Defesa da Vida/PE: cdv-pe@grupos.com.br

Ricardo Brasil: ajacomamor@hotmail.com

Nelly Amorim Falcão – ANE BRASIL: nellyfalcao@yahoo.com.br – nellyfalcao@gmail.com


O Recife Te Quer aproveitou (muito bem) a oportunidade para se pronunciar


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...